• Maria De Fátima-Guga

Batata com Ovos!



Passei a infância numa freqüência de relações com os mais velhos.

Era ritual de fim de semana sempre dar uma passada na casa dos avós, maternos ou paternos.

E, almoçar ou jantar era de praxe.

Cardápios variados, tanto que todos nós, as crianças, primos, primas, tios, tias, agregados, amigos, etc..., aprendemos a gostar e saborear de tudo, da comida caseira simples, ao prato mais refinado, aos doces tradicionais até às iguarias mais “back trank”, um neologismo falado sempre por meu pai que nunca entendi bem, mas devia ser “parente” do Black Track (que hoje remete muito ao universo do Food Track). Enfim, o que interessava mesmo era a diversidade de sabores e belezuras a degustar.

No meio de toda essa variedade de comidinhas havia uma coisa bem simples e que meu avô paterno (meu avô emprestado, porque criou meu pai desde menino, num lindo acordo entre compadres e comadres). Posso dizer que àquela época não entendia porque esse meu avô não comia carne, peixe, talvez frango assado muito pouco. Chegou tempo em que só via que ele comia como proteína o ovo. Apesar de parecer não muito atraente não ver carne e outros elementos que o padrão estabelece, eu descobri o quanto de cor e sabor tinha nos pratos que a velha “Senhorinha” produzia para o velho Senhor

Na hora do almoço sempre estavam os pratos para nós e para nosso avô. Dentre eles estava sempre a “Batata com Ovos”.

Muito tempo se passou e a recordação permanece presente e sempre faço essa comida para não esquecer de quanto afeto fui cercada.

Verifique a simples receita. Vale a pena fazer como acompanhamento:

Cozinhe 6 batatas inglesas médias com casca e não deixe esbagaçar;

Após cozidas deixe esfriando;

Enquanto esfriam as batatas, o passo seguinte é rechear pouco alho, cebola, tomate pimentão, cheiro verde, e sal a gosto. Tudo em bastante azeite de oliva, e acrescentando um pouco de extrato de tomate;

Quando tudo estiver recheando segue-se para descascar as batatas e cortar em cubos, na tentativa de não despedaçar;

Coloque toda a batata nesse refogado e misture bem;

Após a mistura demonstrar um visual agradável e aromático, os ovos precisam entrar em cena;

Separe as claras e bata bem até a neve não cair caso vire o recipiente da batedeira; esse é o ponto para colocar uma colher de chá de farinha de mandioca, as gemas e, se quiser, uma pitada de sal (na receita do meu avô,  Senhorinha não colocava, em virtude das restrições de hipertensão); o segredo é bater bastante até parecer um creme;

A partir do alcance desse ponto, o refogado já deve estar novamente ao fogo para esquentar e receber os ovos batidos;

Derrame os ovos sobre o refogado mexendo bastante até tudo ficar devidamente alinhado em termos de cozimento.

Parece simples, não é? Mas, acredite: é palatável!

Resultado: Batata com Ovos, a receita caseira que quebra um galho maravilhoso!!!

Dica: Esse é um acompanhamento para carnes e frangos e pode ser servido com salada verde e arroz branco com ervilhas.

Bon Apétit.

10 visualizações

(71) 986147161

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Pinterest

©2020 por Inspiração - Gastronomia Afetiva. Orgulhosamente criado com Wix.com